Neve Campbell

se despede de 'Pânico'

Saída de cena

Neve Campbell confirmou nesta segunda (6) que não retornará ao próximo filme da franquia 'Pânico'. A atriz apresentou questões financeiras para o abandono do papel de Sidney Prescott, que interpreta desde 1996

Caminhos inéditos

Com o anúncio, a sequência de 'Pânico' (2022) será o primeiro filme da franquia sem a presença da atriz. Aqui, relembramos sua passagem pela franquia

'Pânico' (1996): o início

Em 1996, Neve tinha 22 anos e já brilhava na TV por seu papel em 'Party of Five'. Mas foi no thriller 'Jovens Bruxas' que ela chamou a atenção do diretor Wes Craven, que a convidou para um teste

A personagem

Em 'Pânico', Neve vivia Sidney Prescott, uma adolescente às voltas com o luto pelo assassinato de sua mãe, que começa a ser perseguida junto aos amigos por um assassino mascarado

Sucesso original

O lançamento de 'Pânico' foi seguido de sucesso, com arrecadação total de US$ 173 milhões - a 15ª melhor estreia de 1996. A performance de Neve descrita como 'carismática' pela crítica 

A sequência

Por contrato, Neve estava confirmada em uma potencial sequência. E foi o que aconteceu quando a Miramax deu sinal verde para 'Pânico 2' em março de 1997, quatro meses após a estreia do original

'Pânico 2' (1997): o sucesso

'Pânico 2' rendeu a Neve Campbell o prêmio de Melhor Performance Feminina no MTV Movie Awards. A crítica em geral aplaudiu o trabalho da atriz de 23 anos no papel da jovem sobrevivente

'Pânico 3' (2000): a trilogia

Em julho de 1999, começam as filmagens de 'Pânico 3'. O filme tinha o maior orçamento até então (US$ 40), mas conflitos de agenda deixaram apenas 20 dias para Campbell gravar

Ponto alto

'Pânico 3' acabou sendo um dos filmes mais criticados da franquia, embora a atuação de Neve tenha sido um ponto alto: 'A câmera ama ela', escreveu o Time Out Londres, à época

'Pânico 4' (2011): o retorno

Onze anos se passariam até o início das gravações de 'Pânico 4', que trouxe o elenco original, incluindo Neve para uma nova geração. As críticas foram positivas, mas não surpreenderam

Despedida

'Pânico 4' seria também o último da carreira de Wes Craven. Sua morte, em 2015, traria uma nova década de incertezas sobre a franquia, até 2020, quando Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett foram anunciados como diretotes de 'Pânico' (2022)

'Pânico' (2022): novo voo
e reconhecimento

O quinto filme foi um sucesso de público e de crítica, arrecadando US$ 140 milhões pelo mundo. Novamente, Neve Campbell foi um destaque da produção, sendo definida pela revista Elle como a 'Scream Queen' definitiva

Créditos: REPRODUÇÃO
Texto: REDAÇÃO
Edição: Gustavo Correia
Supervisão: Vitor Balciunas

CLIQUE AQUI